Núcleo de Ética Prática (NuEP)
  • Mesa-redonda: Pandemia

    Publicado em 25/06/2021 às 09:35

    Nesta sexta-feira (25/06/2021), às 19h, no canal youtube da ANPOF, teremos a participação do(a)s professore(a)s Alcino Bonella (UFU), Darlei Dall’Agnol (UFSC) e Maria de Lourdes Borges (UFSC) na mesa-redonda “Pandemia” na “Semana ANPOF 2021”.

     


  • Carta aberta à nova Secretária da Saúde de SC.

    Publicado em 02/04/2021 às 13:11

    O Núcleo de Ética Prática (NuEP) subscreve a carta aberta à nova Secretária da Saúde de SC.

     

    Florianópolis, 02 de abril de 2021.

    V. Exª Carmen Zanotto
    Secretária Estadual de Saúde de Santa Catarina

     

    Prezada senhora

          Estamos assistindo estarrecidos ao colapso do sistema de saúde de nosso Estado, apesar de todas as recomendações emanadas por parte da Universidade Federal de Santa Catarina, em especial por seu Departamento de Saúde Pública e seu Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, desde o início da pandemia de Covid-19. Recomendações essas que vêm sendo negligenciadas pelo poder público seguidamente, levando-nos à situação dramática em que nos encontramos.

           A situação dos hospitais chega a ser calamitosa. A fila de espera por vagas em UTIs e a gestão desta fila pelo que se pode acompanhar até aqui não condizem com o que se espera de um governo que se diz preocupado em proteger a saúde e a vida de sua população. Entendemos como inadmissível uma fila de espera para UTI, pois aqueles que precisam de tal atendimento já se encontram, por definição, em uma situação de emergência e risco de morte. Por esse mesmo motivo não é possível dar atendimento adequado para esses pacientes em UPAs, emergências e enfermarias. Essa impossibilidade fica evidente quando finalmente, nesta semana apenas, começam a ser recebidos nas UTIs os pacientes que estavam na fila da regulação estadual. Observa-se que vários pacientes, tanto jovens quanto idosos, estão chegando com múltiplas disfunções orgânicas e muitos já fora de qualquer possibilidade terapêutica, resultando em mortes que poderiam ter sido evitadas.

           Estima-se que mais de 250 catarinenses já tenham falecido aguardando leitos de UTI. O Estado deve garantir que a regulação encaminhe para ocupar as preciosas vagas de UTIs os pacientes que ainda têm chances de sobrevivência. O serviço de regulação está recebendo a devida atenção e apoio? Acrescente-se a esse questionamento, outros: por que apenas em 26 de março de 2021, quando a espera por leitos em UTI já chegava a quase quatro centenas de pacientes, a Secretaria de Estado da Saúde passou a recomendar a adoção do protocolo mencionado na Deliberação 035/CIB/2021, que no HU/UFSC se adotou muito antes dos leitos se tornarem escassos? Como foi feita a gestão da fila de espera até então, ou melhor, essa gestão vinha sendo efetivamente realizada?

           Os fatos que acompanhamos por meio dos profissionais que atuam nas UTIs de nossa cidade evidenciam que não é correta a afirmação difundida pelo governador e pelo até então secretário da saúde, segundo a qual os pacientes estariam sendo tratados e corretamente atendidos nas emergências e UPAS, pois nesses espaços não existem condições para se realizar os cuidados terapêuticos requeridos nos casos graves da doença.

           Os profissionais de saúde estão sobrecarregados pelo excesso de demanda, pela falta de profissionais, bem como pelo sofrimento moral que encaram cotidianamente. Sentem-se esgotados, física e mentalmente, e compartilham conosco o sentimento de impotência que estão vivenciando frente ao caos que poderia ter sido evitado com uma gestão pública mais prudente e responsável. Sentem-se abandonados pelo Estado e estão lidando com essa tragédia moral na mais completa solidão. Sabem da iminência da falta de medicamentos fundamentais para o atendimento aos pacientes mais graves (anestésicos, sedativos e bloqueadores neuromusculares) e nos alertam para um apagão neste quesito que resultará em ainda mais mortes e sofrimento, caso medidas mais restritivas para a contenção do vírus não sejam imediatamente adotadas. Valem-se de manifestações como esta para expressar tais angústias publicamente, porque entendem que também “a população foi abandonada à própria sorte” (sic).

           O Estado não pode continuar investindo em um discurso político de supostas estratégias preventivas miraculosas como “kit-Covid”. Já sabemos que essa não é uma alternativa terapêutica ou preventiva, mas a população acredita em seus governantes e continua se expondo ao contágio e à morte. Pensam, falsamente, estar protegidos por medicamentos que já demonstraram ser absolutamente ineficazes e causadores de efeitos colaterais seríssimos.

           Vimos por meio desta carta exigir respeito com a população e com os profissionais de saúde que se encontram na linha de frente, no Samu, nas UPAs, nas UTIs e também nas UBS. Perante esse quadro dramático, não é admissível que o Estado continue permitindo atividades não essenciais, menos ainda a chegada de turistas. É imperioso adotar medidas imediatas de restrição de circulação na forma de lockdown, por tempo suficiente para termos os efeitos epidemiológicos necessários, como já foram cientificamente registrados e comprovados em outros países e mesmo em outras cidades brasileiras. Sem esta medida, nenhuma outra será capaz de reduzir significativamente a catástrofe que estamos vivenciando.

           Para além disso, é necessário prover prontamente os serviços de saúde com os medicamentos e demais insumos necessários para o atendimento aos pacientes; divulgar informações confiáveis e cientificamente validadas; desmistificar o uso de medicamentos ineficazes para a covid-19; repetir, incansavelmente, as informações sobre a importância do uso de máscaras e do distanciamento social; investir em verdadeiro controle epidemiológico com a massificação dos testes de detecção do coronavírus, bem como em uma rápida e eficaz distribuição de vacinas.

           Além de todas estas recomendações exaustivamente apresentadas pela ciência, alertamos para a necessidade fundamental de uma regulação competente da fila de pacientes em espera por UTIS; da necessidade proteger e apoiar os profissionais de saúde que estão na linha de frente; e ainda, da necessidade de informar com total transparência a real situação que está atravessando o sistema de saúde em nosso Estado.

    SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOÉTICA – REGIONAL DE SANTA CATARINA
    NÚCLEO DE ESTUDOS EM SOCIOLOGIA, FILOSOFIA E HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS DA SAÚDE / UFSC
    NÚCLEO DE PESQUISAS EM BIOÉTICA E SAÚDE COLETIVA / UFSC
    NÚCLEO DE ÉTICA PRÁTICA/ UFSC
    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/UFSC
    DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/ UFSC


  • XXI Seminário de Aprofundamento em Pesquisas Éticas (SAPE/2021)

    Publicado em 12/03/2021 às 15:06

    O objetivo principal do XXI Seminário de Aprofundamento em Pesquisas Éticas (SAPE/2021) será analisar comparativamente a medicina baseada em evidências e a medicina centrada na pessoa, a partir de duas obras principais:
    1) DRUMMOND, J. P. (org.) Fundamentos da medicina baseada em evidências. São Paulo: Ed. Atheneu, 2014.
    2) STEWART, M. et al. Medicina centrada na pessoa: transformando o método clínico. Porto Alegre: Artmed, 2017.
    Os encontros são abertos a todas as pessoas da comunidade universitária e da sociedade em geral e serão realizados nas sextas-feiras, às 10h, no seguinte endereço: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/seminario-de-aprofundamento-de-pesquisas-eticas-sape

    Cronograma XXI SAPE (2021)

    Data Tema Alun@
    12/03/2021 A ontologia moral do cognitivismo internalista (Projeto de Pesquisa) Mônica
    19/03/2021 O mal da morte: comparativismo e gradativismo André
    26/03/2021 DJULBEGOVIC, B.; GUYATT, G. Evidence-Based Medicine and the Theory of Knowledge.  Eric
    09/04/2021 Cap. 1: Filosofia da medicina baseada em evidências. (DRUMMOND, 2014, p. 01-23) Milene
    16/04/2021 NATURALISMO ÉTICO E O ARGUMENTO DA TERRA GÊMEA MORAL. Silvio
    23/04/2021 Cap. 2: Bioética e medicina baseada em evidências. (DRUMMOND, 2014, p. 25-38) Darlei
    30/04/2021  Agenda de Elizabeth Anscombe para Filosofia da Ação – Caracterização e proposta de revisão Rafael
    07/05/2021 Visão geral da medicina centrada na pessoa. (STEWART, 2017, p. 03-30) Silvio
    18/06/2021 Primeiro componente do método centrado na pessoa (STEWART, 2017, p. 33-60) Andre
    25/06/2021 O debate bioético sobre o melhoramento humano Gesiel
    02/07/2021 O segundo componente: entendendo a pessoa como um todo (STEWART, 2017, p.61-96) Rosane
    16/07/2021 O terceiro componente: elaborando um plano conjunto de manejo dos problemas (STEWART, 2017, p.97-128) Igor
    30/07/2021 O quarto componente: fortalecendo a relação entre a pessoa e médico (STEWART, 2017, p.129-148) Tales

  • Conversando sobre ecofeminismos: entrevista com Ivone Gebara

    Publicado em 10/03/2021 às 20:53

    No dia 12/03/2021, às 10h, no canal do Youtube da Rede Brasileira de Mulheres Filósofas, Daniela Rosendo (NuEP/UFSC) e Tânia Kuhnen (UFOB) realizarão uma entrevista com Ivone Gebara para conversar sobre o ecofeminismo no Brasil.  Clique aqui para acessar o canal do evento.

     


  • NEUROÉTICA E COVID-19

    Publicado em 02/03/2021 às 20:19

     


  • Ética na Pandemia COVID-19

    Publicado em 04/04/2020 às 16:07

    Com o surgimento da pandemia causada pela COVID-19, várias questões éticas complexas e delicadas passaram a fazer parte do nosso cotidiano. Por isso, o Núcleo de Ética Prática (NuEP) está se associando a vários pesquisadores e formando grupos interinstitucionais de pesquisa (por exemplo, o NUBET – Núcleo de Bioética e Ética Pública da UFU) com a finalidade de contribuir com o enfrentamento da grave crise pela qual estamos passando. Abaixo, listamos sugestões iniciais de referências bibliográficas e links relacionados ao tema.

     

    RACIONAMENTO E TRIAGEM

    “Por um debate sobre as diretrizes éticas para alocação de tratamento em UTI durante a pandemia”. (Alcino Bonella, Darlei Dall’Agnol, Marco Azevedo, Marcelo de Araújo)

    Detalhamento da proposta apresentada  para decidir acesso de pacientes a UTI durante a pandemia. (Alcino Bonella, Darlei Dall’Agnol, Marco Azevedo, Marcelo de Araújo)

    Ética, mulheres e pandemia (Live discutindo a proposta de racionamento com a Profa. Telma Birchal/UFMG)

    Escolha sobre quem deve viver: bioética e covid-19 no contexto brasileiro. (Letícia Gonçalves e Maria Clara Dias)

    Discussões bioéticas sobre a alocação de recursos durante a pandemia da COVID-19 no Brasil (Letícia Gonçalves e Maria Clara Dias)

    SUGESTÕES DE LEITURA:

    Declaração de Estocolmo sobre ética médica nos desastres de massa (Adotada pela 46ª Assembléia Geral da Associação Médica Mundial, Estocolmo, Suécia, setembro de 1994).

    RESOLUÇÃO CFM Nº 2.156/2016: estabelece os critérios de admissão e alta em unidade de terapia intensiva.

    Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB): Princípios de triagem em situações de catástrofes e as particularidades da Pandemia COVID-19.

     

    PESQUISA E MEDICAMENTOS EXPERIMENTAIS

    Bioética em tempos de pandemia: Testes clínicos com Cloroquina para tratamento de COVID-19 (Alcino Bonella, Darlei Dall’Agnol, Marco Azevedo, Marcelo de Araújo)

    SUGESTÕES DE LEITURA:

    NATURE, n. 579, 321 (2020): “Don’t rush to deploy COVID-19 vaccines and drugs without sufficient safety guarantees” – Shibo Jiang

    NATURE, n. 579, 481 (2020): Coronavirus vaccines: five key questions as trials begin – Ewen Callaway

    PRACTICAL ETHICS: “Is it right to cut corners in the search for a coronavirus cure?” – Julian Savulescu

     

    REFLEXÕES ÉTICAS SOBRE A PANDEMIA

    Ética global, direitos humanos e a pandemia da COVID-19 (pp. 124-134). Milene Consenso Tonetto

     


  • Projeto de extensão: XX SAPE – 2020

    Publicado em 09/03/2020 às 12:10

    XX Seminário de Aprofundamento em Pesquisas Éticas (SAPE)

    Em 2020, o Seminário de Aprofundamento em Pesquisas Éticas (SAPE) completa 20 anos de funcionamento. Para celebrar a consolidação dessa atividade de extensão, o tema de estudos selecionado para o semestre 2020/1 está relacionado a um dos principais desafios éticos enfrentados atualmente, a saber, a relação entre tecnologia e humanidade. A partir da obra abaixo descrita, pretende-se discutir as seguintes questões: quais os principais desafios éticos da era digital (por exemplo, fake news, pós-verdade etc)?; quais os impactos sociais dos robôs cuidadores?; as máquinas podem ser consideradas pessoas?

    Conteúdo: LEONHARD, Gerd. Technology vs. Humanity. The coming clash between man and machine. Fast Future Publishing Ltd, 2016.

    Os encontros do XX SAPE são abertos a todo(a)s os interessado(a)s, principalmente, aos aluno(a)s de graduação (especialmente, de Iniciação Científica e em fase de elaboração de TCC), mestrando(a)s, doutorando(a)s e pós-doutorando(a)s da área da filosofia que trabalham com temas éticos. São bem-vindas também outras pessoas da comunidade universitária e da sociedade em geral interessados em tais temas.

    Local das reuniões: sala da Webconferência RNP: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/seminario-de-aprofundamento-de-pesquisas-eticas-sape
    Horário: 10:00h às 12:00h
    Cronograma de estudos (2020):

    Data Conteúdo Nome do apresentador
    11/09 Chapter 1: A Prologue to the Future p. 1
    Chapter 2: Tech vs. Us    p. 16
    André
    25/09 Chapter 3: The Megashifts   p. 32
    Chapter 4: Automating Society   p. 47
    Rafael
    02/10 Chapter 5: The Internet of Inhuman Things   p. 65
    Chapter 6: Magic to Manic to Toxic   p. 70
    Tales
    16/10 Chapter 7: Digital Obesity: Our Latest Pandemic p.97
    Chapter 8: Precaution vs. Proaction   p. 106
    Igor
    30/10 Chapter 9: Taking the Happenstance out of Happiness p. 111 Milene
    20/11 Chapter 10: Digital Ethics   p. 133 Darlei
    27/11 Chapter 11: Earth 2030: Heaven or Hell?  p. 148
    Chapter 12: Decision Time   p.158 – 167
    Rosane

     


  • Defesa de Tese de Doutorado

    Publicado em 16/10/2019 às 09:58

    Defesa de Tese de Daniela Rosendo, dia 01/11/2019 às 9h no Miniauditório do CFH.

    Título: “QUILT ECOFEMINISTA SENSÍVEL AO CUIDADO: UMA CONCEPÇÃO DE JUSTIÇA SOCIAL, AMBIENTAL E INTERESPÉCIES”.

    Banca Examinadora:   

    Profª Drª Milene Consenso Tonetto (Orientadora e Presidente)
    Prof. Dr. Alessandro Pinzani
    Profª Drª Janyne Sattler
    Prof. Dr. Fabio Alves Gomes de Oliveira – UFF


  • Convite Palestra

    Publicado em 16/10/2019 às 09:54

    Título: Ética animal: um panorama filosófico e seus desafios

    Prof. Fábio de Oliveira

    Data: 31/10 (quinta feira)

    Horário:  18:30h

    Local: Miniauditório/CFH